Desassossego Literário: “Conversa com Arquitectos”
|

Desassossego Literário: “Conversa com Arquitectos”

Desassossego Literário:  Recensão crítica de Luís Soares Almeida ao livro “Conversa com Arquitectos”, de António Jorge Tavares.   Quem disse que arquitecto não tem opinião?     Passa despercebido. À primeira vista parece um livro técnico, demasiado técnico, mas quando o saboreamos (quem disse que livros e arquitectura não se saboreiam?), vemos que a forma…

Top Azores: As 17 melhores primeiras linhas de alguns livros editados pela Letras Lavadas

Top Azores: As 17 melhores primeiras linhas de alguns livros editados pela Letras Lavadas

Top Azores: As 17 melhores primeiras linhas de alguns livros editados pela Letras Lavadas   Ana Ferraz da Rosa – A cidade sem nome “Ao todo éramos cinco, mais a mãe. Tínhamos sempre tanto para dizer, mesmo quando já estava tudo dito. Naquele dia ficamos diferentes. Andámos de um lado para o outro, sigilosos e…

Desassossego Literário: Recensão crítica ao livro “A Cidade Sem Nome”, de Ana Ferraz da Rosa
|

Desassossego Literário: Recensão crítica ao livro “A Cidade Sem Nome”, de Ana Ferraz da Rosa

  Vila da Santa, a cidade do passado sem futuro   Se é verdade que Cidade sem Nome, de Ana Ferraz da Rosa, saído em Setembro de 2018, passou despercebido no nosso já reduzido mercado editorial, mais verdade é que deveria merecer um pouco da nossa (reduzida) atenção. É um romance curto, quiçá mais próximo…

Desassossego Literário: Recensão crítica ao livro “O Bracinho”, de Carlos Tomé
|

Desassossego Literário: Recensão crítica ao livro “O Bracinho”, de Carlos Tomé

    Numa visita recente que fiz à Nova Gráfica tropecei neste livro que tinham acabado de imprimir, O Bracinho, de Carlos Tomé, que será lançado no dia 26 de Março, pelas 18h30 no Teatro Micaelense. Mais que seduzido pelo título, resultante de uma certa ideia de cultura popular que existe na ilha de São…

Desassossego Literário: Recensão crítica ao livro “A Fajã de Cima ou como a bota de cano se tornou mais atraente que o salto alto”, de Luís Rego

Desassossego Literário: Recensão crítica ao livro “A Fajã de Cima ou como a bota de cano se tornou mais atraente que o salto alto”, de Luís Rego

Desassossego Literário: Recensão crítica ao livro “A Fajã de Cima ou como a bota de cano se tornou mais atraente que o salto alto”, de Luís Rego Quando a ficção ultrapassa o fronteira do cânone Começo com uma pergunta que me persegue desde que me conheço como leitor a sério (há 35 anos 10 meses…

Mini-Entrevista a Creusa Raposo: “Os Arrifes possuem grandes potencialidades no sector turístico”
|

Mini-Entrevista a Creusa Raposo: “Os Arrifes possuem grandes potencialidades no sector turístico”

No dia 7 de Junho de 2019, Creusa Raposo dá a conhecer ao público o resultado da sua investigação ao património edificado da freguesia dos Arrifes, concelho de Ponta Delgada, no âmbito da sua dissertação de Mestrado em Património, Museologia e Desenvolvimento. Este novo livro de Creusa Raposo desafia os leitores a responder à seguinte…

Mini-Entrevista a Malvina Sousa: “Este livro pretende alertar e ser uma voz contra a violência de género”
|

Mini-Entrevista a Malvina Sousa: “Este livro pretende alertar e ser uma voz contra a violência de género”

Até que a violência nos separe é o mais recente trabalho de Malvina Sousa, que será apresentado no dia 21 de Maio, às 18:30 h, na Biblioteca Pública e Arquivo Regional de Ponta Delgada pela Doutora Piedade Lalanda, autora do prefácio da obra. O foco de Até que a violência nos separe é precisamente a violência…

Top Azores, os melhores livros Letras Lavadas no Dia Mundial do Livro

Top Azores, os melhores livros Letras Lavadas no Dia Mundial do Livro

23 de Abril vamos comemorar mais um dia Mundial do Livro. Top Azores dedicado em exclusivo aos livros Letras Lavadas mais recentes. Para ler, da primeira à última letras, livros incluídos.   “O Bracinho” de Carlos Tomé O último romance de Carlos Tomé confirma todo o talento e criatividade para a sua afirmação enquanto um…

Mini Entrevista a Almeida Maia: “Um escritor que não se deixa levar pelo impulso da criação dificilmente criará algo de diferente”

Mini Entrevista a Almeida Maia: “Um escritor que não se deixa levar pelo impulso da criação dificilmente criará algo de diferente”

Mini Entrevista a Almeida Maia: “Um escritor que não se deixa levar pelo impulso da criação dificilmente criará algo de diferente” Almeida Maia irá lançar muito brevemente o seu mais recente livro A Viagem de Juno, e a Agenda dos Açores decidiu fazer uma pequena entrevista ao autor que nos desvenda um pouco mais sobre o…

Top Azores: Por dentro das “3 Estações” do artista António Eduardo Soares de Sousa (Museu Carlos Machado)

Top Azores: Por dentro das “3 Estações” do artista António Eduardo Soares de Sousa (Museu Carlos Machado)

Esteve patente até 17 de fevereiro de 2019, no Núcleo de Santa Bárbara do Museu Carlos Machado, em Ponta Delgada, a exposição António  Eduardo Soares de Sousa Em Três Estações, com a comissão de Leonor Almeida Pereira. Neste artigo do Top Azores, conhece um pouco da obra do arquiteto e artista plástico António Eduardo Soares…