Publicidade

BASE_horz_cover
BASE_horz_cover
BASE_horz_cover

A carregar Eventos

« Todos os Eventos

  • Este evento já decorreu.

Walk&Talk 2022

Julho 22 @ 17:00 - Julho 24 @ 2:30

O festival Walk&Talk 2022 será de 14 a 23 de Julho. Acede aqui a todo o programa!

Programa:

 

22 de Julho

Das 17 às 17:00h – #3 Excursão aonde não vou com Linda LamignanTiago Patatas | Ponto de encontro: Centro Municipal de Cultura de Ponta Delgada.

Por um lado, Linda Lamignan transporta-nos para os lugares de onde vieram os bens que chegaram e proliferaram pela ilha, como o ananás. Por outro, Tiago Patatas leva-nos aos mecanismos que ligam os Açores a outras geografias. Por isso propomos uma excursão para “irmos” onde, na realidade, não vamos. Desde narrativas criadas a histórias vividas, vamos abrir portas físicas para reflectir sobre como estamos constantemente conectados e como o ambiente é testemunho dessas interacções.

Custo: 15€ (inclui almoço piquenique).

Dificuldade: fácil

Recomendações: Calçado apropriado para caminhada, toalha e fato-de-banho.

18:00h – Apresentação resultados RARA, com MACHEIAMiguel FlorOctavio Barrera | Vaga.

Das 18 às 21:00h – W&T Soundsystem #4 com Sonja | Vaga.

22:00h – Cagarros Assembly com Ellie Ga | Trilho da Rocha da Relva.

Cagarros Assembly traduz-se numa série de listening sessions, performances, workshops e exibições de filmes inspiradas nos esforços de conservação e trabalho voluntário de biólogos marinhos e residentes (das ilhas) para salvar, reabilitar e libertar milhares de jovens cagarros (calonectris borealis; Cory’s Shearwater) todos os anos, em todo o arquipélago.

Inspirada pela sua primeira visita aos Açores, Ga, como muitos recém-chegados à ilha, ficou tanto encantada, como desconcertada, com os gritos nocturnos destas aves. No Outono de 2021, documentou voluntários nas ilhas do Faial e São Miguel, enquanto resgatavam jovens cagarros que, durante o seu primeiro frágil voo do ninho para o mar, se desorientam com as luzes da rua e acabavam por se despenhar.

Cagarros Assembly terá lugar em vários locais em toda a ilha, proporcionando uma plataforma para a troca de conhecimentos colectivos entre disciplinas. Este projecto multifacetado ligará o curso de vida do cagarro com questões relacionadas com a empatia entre espécies, intervenções humanas e a política de iluminação pública.

Participação gratuita, mas de inscrição obrigatória para conhecimento@walktalkazores.org até ao dia anterior ao da sessão.

23:00h – Concerto de Nazar | Largo de São João (junto ao Teatro Micaelense).

Nazar é um produtor angolano de 28 anos que cresceu na Bélgica até ao final da adolescência, quando regressou após a guerra civil e está agora baseado na Europa. Nazar cunhou o termo Rough Kuduro na sua página Soundcloud, como uma interpretação da música e do estilo de dança angolano.

00:00h – Música com Jessika Khazrik | Largo de São João (junto ao Teatro Micaelense).

Jessika Khazrik é uma artista, compositora, tecnologista e escritora cuja prática indisciplinar vai desde a composição à esteganografia, ecotoxicologia, filosofia da performance da inteligência, e história da ciência e da música.

01:30h – Tape (dj set) | Largo de São João (junto ao Teatro Micaelense).

DJ desde 1995, Tape tem já um longo trajecto nos domínios da club music e do experimentalismo electrónico. Tape é heterogéneo quanto baste, passa música emocional e gosta de ver as pessoas a dançar.

 

23 de Julho

Das 10 às 12:00h – Walkie-Talkie, com WaqWaq Kingdom  | Largo de São João (junto ao Teatro Micaelense).

Programa infanto-juvenil, dedicado a famílias com crianças entre os 2 e 12 anos, com uma oficina e um concerto-experiência com WaqWaq Kingdom.

Participação gratuita no workshop, mas de inscrição obrigatória para conhecimento@walktalkazores.org até ao dia anterior.

Figuras sonoras: Primeiro, a imaginação
Que forma tem um som agudo? E um grave? Se a música tivesse forma, qual seria? Sem limites para a imaginação, o som será o ponto de partida desta actividade para famílias. Através de esculturas, vamos dar vida a criaturas sonoras que serão responsáveis por nos dar música e animação no concerto que vem depois.

WaqWaq Kingdom
A interminável gama de aventuras estilísticas do WaqWaq Kingdom vê-os a traçar linhas entre o tradicional japonês e o electrónico contemporâneo, entre o jamaicano dancehall e 8-bit techno, entre os poli-ritmos africanos e a música experimental, com muito mais a ajudar a colorir uma paleta poderosa e vibrante.

Das 10 às 17:00h – #4 Excursão pelas lendas, com Diogo da CruzFallon Mayanja | Ponto de encontro: Igreja de São Pedro, Ponta Delgada.

O desconhecimento sempre levou a nossa imaginação a criar lendas e fábulas que se perpetuam no tempo e que se consolidam ao ponto de se tornarem inquestionáveis. O oceano, como qualquer universo, tem ainda muito que os humanos não conhecem e, por isso, é um campo cheio de mitos. Partindo do trabalho de Diogo da Cruz e Fallon Mayanja, esta excursão vai levar-nos a mergulhar com os artistas nesse oceano mitológico. Só viremos à superfície para questionar se o que nos contam é realidade ou ficção, se somos uma extensão do oceano ou se este é uma parte de nós.

Custo: 15€ (inclui almoço piquenique).

Dificuldade: fácil

Recomendações: Calçado apropriado para caminhada, toalha e fato-de-banho.

Das 16 às 20:00h – Performance: A walk on the edge, com Gustavo CiríacoMezzo AtelierOvidiu MihăițăTellervo Kalleinen

A walk on the edge é uma experiência performativa e uma viagem colectiva nos Fenais da Luz, uma freguesia da costa Norte da ilha de São Miguel. O percurso liga a história dos Açores, uma tragédia local dos anos 80, e a relação pessoal do público com a propriedade. Partindo da ideia avassaladora de que se vivermos na orla podemos perder os nossos pertences repentinamente, o colectivo levanta questões sobre o significado da posse e a sua relação com a propriedade, com a sociedade e com o tempo. É proprietário do que tem?

A walk on the edge é uma peça de arte multidisciplinar que faz parte do projecto europeu Centriphery, desenvolvido pela dupla de arquitectos Mezzo Atelier – Joana Oliveira (PT) e Giacomo Mezzadri (IT) – coreógrafo e artista Gustavo Ciriaco (PT, BR), director de teatro, músico e escritor Ovidiu Mihaita (RO) e a artista e compositora contemporânea Tellervo Kalleinen (FIN). Músicos e intérpretes locais serão parte integrante da peça.

Pré-inscrição obrigatória para conhecimento@walktalkazores.org até ao dia anterior.

Recomendações: Calçado apropriado para caminhada.

21:00h – Apresentação resultados Summer School W&T | Largo de São João (junto ao Teatro Micaelense).

Ao longo de uma semana, as pessoas participantes da Summer School W&T irão desenvolver sessões teórico-práticas com vários artistas do festival, num contacto directo com as suas práticas artísticas, passadas e presentes. Ao longo do curso, os participantes vão criar uma publicação artesanal e expôr ao público o seu trabalho individual e colectivo. O enfoque será dado ao processo, mais do que o resultado final.

22:00h – Música com PMDS | Largo de São João (junto ao Teatro Micaelense).

PMDS é um projecto de música eletrónica ambient, techno, experimental de Pedro Sousa (PMDS, Voyagers) e Filipe Caetano (PMDS, Voyagers, Dj Flip). O primeiro com formação clássica em piano e o segundo com muitos quilómetros de pistas de dança, ambos com uma paixão (des)controlada por equipamento analógico, sintetizadores e gadgets que só outros freaks semelhantes conhecerão.

23:00h – Música com WaqWaq Kingdom | Largo de São João (junto ao Teatro Micaelense).

A interminável gama de aventuras estilísticas do WaqWaq Kingdom vê-os a traçar linhas entre o tradicional japonês e o electrónico contemporâneo, entre o jamaicano dancehall e 8-bit techno, entre os poli-ritmos africanos e a música experimental, com muito mais a ajudar a colorir uma paleta poderosa e vibrante.

00:30h – Dj Marcelle (dj set) | Largo de São João (junto ao Teatro Micaelense).

DJ Marcelle é uma artista com uma abordagem maliciosa e quase irónica ao seu DJing, produção e apresentação de rádio – encurtada com a sua sagacidade, e apoiada por uma quantidade inquestionável de habilidade. Conhecida pela sua configuração de três gira-discos, DJ Marcelle faz composições a partir de canções, e sinfonias a partir de mixagens – colidindo géneros díspares, trechos vocais apropriados e paisagens sonoras distorcidas.

Mais eventos na ilha de São Miguel, aqui!

Partilhe

Detalhes

Início:
Julho 22 @ 17:00
Fim:
Julho 24 @ 2:30
Categorias de Evento:
, , ,
Etiquetas de Evento:
, , , , , , ,

Local

São Miguel – Ponta Delgada
Publicidade
BASE_horz_cover
BASE_horz_cover
BASE_horz_cover
BASE_horz_cover