Carregando Eventos

« Todos Eventos

  • Este evento já passou.

Grémio das Nove: “Eduardo Teixeira Coelho, autor terceirense e europeu de BD”, por José Ruy

novembro 8 @ 21:00 - 22:00

O Instituto Açoriano de Cultura associa-se às celebrações nacionais do primeiro centenário de nascimento do açoriano Eduardo Teixeira Coelho com uma palestra de José Ruy, um dos mais reputados autores de Banda Desenhada do nosso país, autor de mais de 80 livros, 52 dos quais de BD.

Assim, no dia 8 de novembro, pelas 21h00, decorrerá na sede do IAC um Grémio das Nove integralmente dedicado a Eduardo Teixeira Coelho (Angra do Heroísmo, 1919 – Florença, 2005). Na breve palestra que levará a cabo, José Ruy falar-nos-á do início da carreira deste terceirense que assinou os seus trabalhos, ao longo se uma vasta e relevante carreira, com diversos nomes, seja como ETCoelho, E. Coelho ou ETC, seja como Martin Sièvre, I. P. Serafim, Tôu-Tchai, F. (ou Filadelfo) Postigo. Dar-nos-á também uma breve panorâmica do progresso deste profissional, destacando alguns pormenores da sua técnica criativa e a sua ascensão na Europa, que fazem dele um dos grandes autores internacionais de BD.

 

Um dos primeiros trabalhos conhecidos de Eduardo Teixeira Coelho em BD foi publicado no jornal humorístico “Sempre Fixe”, quando tinha 17 anos. Embora geralmente se considera a sua estreia neste género a 2 de fevereiro de 1944, na publicação espanhola “Chicos”. No ano seguinte, iniciou a publicação da BD “Os Guerreiros do Lago Verde”, na publicação infantil “O Mosquito”, que hoje atinge altos preços em livreiros da especialidade. Foi, aliás, sob a chancela de O Mosquito que saiu a maioria dos seus trabalhos portugueses, abrangendo diferentes BDs, com 17 títulos publicados entre 1946 e 1952.

Emigra, nessa década de 50 do século passado, para poder prosseguir a sua carreira de autor de BD, indo primeiro para Espanha e depois para Itália, fixando-se em Florença. A partir daí levou a cabo um profícuo trabalho para o mercado francês, particularmente para as Éditions Vaillant. Cria, então, a série de publicações para crianças “Pipolin – les gaies images” (1957-1963), com argumento da sua mulher Gilda Teixeira Coelho. Alguns desses trabalhos foram reproduzidos em Portugal, em publicações como “Cavaleiro Andante”, “Mundo de Aventuras”, “O Falcão” e “O Pardal”. Refira-se, ainda, que foi um dos desenhadores das obras “Histoire de France en bandes dessinées” (1976-8) e “La Découverte du Monde en bande dessinées” (1978-80), editadas pela Larousse, tendo a última sido editada em Portugal pelas Publicações Dom Quixote, entre 1981 e 1984. Em 1988, as Edições Futura publicaram os dois tomos da BD “Decameron”, inspirada na obra homónima de Boccaccio.

Foi distinguido, em 1973, em Itália, com o troféu “Yellow Kid” para o melhor desenhador estrangeiro. Em 1997, o Festival Internacional de BD da Amadora atribuiu-lhe o Troféu de Honra e Câmara Municipal de Angra do Heroísmo agraciou-o em 2018, a título póstumo, com a Medalha de Mérito Cultural. Em 2019, decorrem várias iniciativas para celebrar o 1.º centenário do seu nascimento.

José Ruy, incluído no “Dictionnaire Mondial de la Bande Dessiné Larousse”, é autor da obra “Os Lusíadas” aos quadradinhos, em português e mirandês, que dá oportunidade ao público infantil de conhecer esse grande poema épico de Camões, bem como de cinco Autos de Gil Vicente e de «O Bobo» de Alexandre Herculano. Conta com várias outras obras, traduzidas para diversas línguas, espanhol, francês, inglês, hebraico, chinês, alemão, russo e outras, das quais se destacam  “A Ilha do Futuro” (o estado dos oceanos daqui a cem anos); “Operação Óscar, Outra Maneira de Contar o 25 de Abril”; “Almeida Garrett e a Cidade Invicta”; “Aristides de Sousa Mendes, Herói do Holocausto”; “Humberto Delgado, o General Sem Medo”; “Peter Café Sport e o Vulcão do Faial” ou “A Ilha do Corvo que Venceu os Piratas”.

Realizou várias exposições em Portugal, França, Suíça, Alemanha, Espanha, Itália, República Popular da China, Japão e Brasil. Em 1990 foi-lhe entregue o primeiro grande prémio do Festival Internacional de B.D. da Amadora.

Partilhe

Detalhes

Data:
novembro 8
Hora:
21:00 - 22:00
Categorias de Evento:
,
Evento Tags:
, , ,

Local

Terceira – Instituto Açoriano de Cultura
Alto das Covas, Apartado 67
Angra do Heroísmo, 9700-220
+ Google Map
Telefone:
295 214 442
Website:
http://www.iac-azores.org/
Fechar Menu